Rally de conhecimento no Jardim Botânico

with Nenhum comentário

Um dos princípios fundamentais da Pedagogia Freinet é a autonomia. Em nossa escola, cada aula é planejada em conjunto por professores e alunos. É sempre possível ao aluno propor novas atividades, metas para as próprias habilidades ou formas de avaliações.

Para esta aula, os professores fizeram um “conluio” entre eles e boicotaram por um instante este direito dos estudantes do 7º ano…

Sem que eles participassem do plano, levaram-lhes até o Jardim Botânico da cidade, organizaram-nos em equipes e entregaram-lhes missões para uma aventura surpresa!

WhatsApp-Image-20160615 (1)

 

O rally

Agora, mais do que nunca, os garotos fariam uso dos valores desenvolvidos dentro da escola: autonomia, cooperação, trabalho e livre-expressão.

No parque, receberam a primeira tarefa e foram instruídos sobre o objetivo do rally: concluir as etapas do percurso o mais rápido possível para vencer a corrida.

Junto com a ansiedade entregue em forma de aventura, um nova surpresa: o primeiro desafio havia sido proposto pela professora de artes. Um passeio calmo e SILENCIOSO de 20 minutos, apenas para observar o ambiente e criar um mapa mental do local.

Picsart2016-21-6--08-12-49

Para alguns adolescentes, a primeira tarefa pode ter sido a mais difícil e ter demorado muito mais do que 20 minutos. Mas ainda havia muito pela frente.

Nos próximos passos da corrida, as equipes deveriam:

  • catalogar plantas aromáticas e relacioná-las a alimentos consumidos diariamente;
  • encontrar espécies de árvores nas trilhas;
  • distinguir orquídeas;
  • calcular o volume do maior chafariz que encontrassem;
  • descrever as estátuas do Jardim Italiano e relacioná-las ao seu contexto original;
  • encontrar rochas sedimentares;
  • fazer uma selfie com fantasias escondidas no Jardim Japonês;
  • calcular o ângulo do mirante em relação ao morro;
  • desvendar charadas e construir a palavra da resposta com as letras espalhadas pelo parque.

A atividade durou cerca de duas horas e meia.

Picsart2016-21-6--08-15-37 Picsart2016-21-6--08-16-23 Picsart2016-21-6--08-16-53 Picsart2016-21-6--08-19-38

Para a professora de português, Mariana Mariussi, o principal aprendizado da aula foi o que se adquiriu por meio das experiências.

Conta que alguns alunos presumiram para si a vitória antes da corrida, dizendo ser a equipe preferida por ter as pessoas mais fortes. Outra acreditou vencer por ter alunos inteligentes reunidos.

Deram tudo de si. Valeu pesquisar no celular, usar aplicativos, fazer perguntas aos visitantes do parque… Um aluno deixou escapar uma lágrima dos olhos tamanha a intensidade com que se entregou, contam.

Uma equipe pensou em desistir quando soube que outra adversária havia completado a missão. Mas decidiu perder com dignidade e completou o rally pela conquista pessoal.
WhatsApp-Image-20160615 (9)

Ao final do dia, todas as equipes foram premiadas com chocolates e todos comemoraram suas pequenas vitórias.

A equipe vencedora do rally compartilhou seu trunfo. Cada membro fazia bem uma coisa: um era bom em charada, outro em calcular, outro era organizado e “navegava” em nome do time. Ganhou a equipe que mais cooperou.

Nossos parabéns aos professores que se dispuseram a organizar a atividade transdisciplinar! Acertaram em cheio com a Pedagogia Freinet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.