O que aconteceria se os materiais da escola ficassem todos nas mãos dos alunos?

with 1 comentário

Criamos coragem e demos a cara a bater.

Nossa escola não pede aquela lista de materiais enorme no começo do ano, com itens como 500 folhas sulfite, argila, etc. Temos adquirido um estoque de materiais de papelaria, que os alunos usam coletivamente e à vontade. Mas o quesito aqui é fundamentalmente pedagógico: quem faz o controle dos materiais são os próprios alunos.
Para desenvolvermos a autonomia que “vendemos” em nossas matrículas era preciso confiar.
Adaptamos o método KANBAN, criado pelos japoneses para organização. É um esquema visual. Consiste basicamente em anotar o que é retirado do estoque, de modo que fique visível o quanto sobra. Elegemos secretários entre os alunos de cada turma para serem responsáveis pelas retiradas, mas todos são autorizados a usufruir do bem coletivo. A porta do almoxarifado está sempre aberta.

Completamos um mês de plena organização. Queremos parabenizar nossos alunos e dizer que estamos muito orgulhosos! Sabemos que a confiança é recíproca.

10995945_943799232326896_1798988975696462435_n

One Response

  1. Max Luiz
    | Responder

    Muito bacana o sistema de uso dos materiais de papelaria. Parabéns pela iniciativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.