Inos Corradin visita alunos e deixa mensagem de esperança

with 1 comentário

O visitante chegou trajando uma camiseta azul de manga curta, calça sarja e óculos de sol. “Vim vestido para uma festa”, disse ao ser recepcionado, “porque normalmente saio para a rua como trabalho: cheio de tinta”.

Inos Franco Corradin compareceu ao colégio na manhã da última segunda-feira acompanhado de seu filho Sandro Corradin, também artista e herdeiro de grande talento. O motivo da ilustre visita e da importância do gesto deveu-se a uma exposição realizada em sua homenagem pelos alunos do fundamental 2.

Cerca de 30 obras com as características do autor ítalo-jundiaiense, e um dos maiores representantes da arte moderna brasileira, encontram-se espalhadas pela escola. A exposição “Projeto Inos Corradin” é resultado de meses de pesquisa em cima de sua biografia e de suas produções.

Segundo Bia, professora de Artes e responsável pelo projeto, o desenvolvimento do trabalho percorreu algumas etapas importantes para a formação cultural dos alunos, como criar neles o gosto pela apreciação de obras, valorizar artistas da região, utilizar linguagem visual para expressar e comunicar ideias e sentimentos, e reconhecer e avaliar a própria produção.

O encontro com Inos certificou a capacidade artística dos estudantes envolvidos neste processo de formação.

Para Guilherme Marcelo, um dos artistas da exposição, o mestre agora é um colega. “Nós pesquisamos muito sobre ele, e agora sabemos até qual é sua pizza preferida e para qual time torce”, segredou. A turma do ensino fundamental quase esgotou o repertório possível de perguntas.

“Por que o senhor pinta pessoas feias e deformadas?”, questionaram-no com esta intimidade. Então souberam porque sua arte é tão bela e apreciada:

Se você está feliz, tudo é bonito. As pessoas não são apenas formas, elas são constituídas de alma.

Inos Corradin incentivou os estudantes a frequentarem exposições, assim como ele havia se deslocado para visitá-los. “Esta é uma arte que está limitada pelas galerias, não é como a música que se reproduz à qualquer momento. A pessoa tem que pôr os olhos, tem que ir atrás”, aconselhou.

Para finalizar a ocasião, foi pedido ao visitante que deixasse uma mensagem de motivação aos seus admiradores. Esta veio em uma palavra: Palmeiras.

 

 

One Response

  1. Regina Gonçalves Ferreira Cardoso
    | Responder

    Meu filho Arthur Ferreira amou a visita! E tenho certeza que foi muito proveitoso,pois ele chegou em Casa encantado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.