Apostilas são boas para o aprendizado?

with Nenhum comentário

“Abaixo os manuais escolares!”

Você acredita que as descobertas feitas pelo homem, ao longo dos séculos, podem ser compreendidas durante o período escolar? Ou que as diferentes visões, questionamentos e debates cabem nos livros didáticos? Ou ainda que o conhecimento seja algo estável, para ser apenas adquirido?

A instituição escolar acredita ser a detentora do conhecimento. E utiliza-se de apostilas (ou plataformas repletas de conteúdos) que resumem da História Antiga ao estudo das moléculas e átomos.

Nesta escola, o estudante tem a obrigação de reter a maior quantidade de informações para, no dia da prova, reproduzi-las sem erros. E depois esquecê-las, claro.

A escola não deveria antes promover a construção do conhecimento? Aplicar inteligência em resolução de problemas? Em transformar informação em ciência? Em desenvolver habilidades, criatividade e autonomia?

Quando Célestin Freinet disse a frase que inicia nosso post, ele quis, na verdade, dizer que a escola não deveria adotar apenas um livro, mas sim todos.

Outro educador francês, Sébastien Faure, explica que há duas maneiras de se aprender: ou apresenta-se à criança o conceito para que ela faça uma conexão com a realidade, ou parte-se do concreto para posteriormente chegar à abstração, a este conceito. O primeiro método, utilizado pela escola tradicional, não leva em conta a necessidade do estudante, pelo contrário, impõe o que deve ser aprendido. O material apostilado consolida este método.

Quando uma escola adota um material didático ela está limitando o aprendizado e não desenvolvendo a curiosidade dos estudantes, ela está optando pelo Método Indutivo de aprendizagem (aquele primeiro, citado por Faure).

A escola tradicional se baseia na disciplina autoritária, na imposição e no direcionamento dos estudos. Ao invés de buscar diferentes fontes de pesquisa e de confrontar ideias que possam ser antagônicas, limita-se à transmissão de fatos e de dados.

Uma escola moderna coloca o estudante no centro do conhecimento, oferece escolha e aguça a criatividade.

Uma escola moderna tem a pesquisa como principal fonte de conhecimento e a curiosidade como seu combustível.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.